Arquivo da tag: oscar bueno

anti-social inaugura hoje no baixo augusta + outras festinhas

Inaugura hoje o clube Anti-Social, no Baixo Augusta. Noutro dia falei do clubinho aqui e aqui. Dessa vez o novo clubinho abre mesmo e tem programação confirmada de quinta a sábado. Na noite de hoje rola a festa Chaos dos DJs Henrique Zombie e Fernanda Martini, que tem como convidada a banda Dirty Deeds que faz covers do AC/DC.

Na sexta vai acontecer a festa Heat the Beat da promoter Vanessa Cris e que tem como residente de luxo Renato Cohen. A Vanessa me disse que o projeto deverá ser mensal, mas o clube não informa no site outros projetos pras sextas-feiras.

E aos sábados, chamados Red Light District, haverá revezamento de festas durante o mês. Pra começar, no próximo sábado tem festa sem nome (?) com os after hour-DJs Oscar Bueno (Paradise) e Pil Marques (Hell’s) e ainda o espanhol Dokser e o projeto 13th Floor. A festa não é after, tá?

A novidade mais quente do Anti-Social é o (eterno) retorno do after hours Hell’s Club. Pil Marques já nos havia confirmado a ida pro novo clube. Pil e Mau Mau voltam a atacar nas manhãs de domingo.

E o site do Anti-Social informa que os projetos Confusion e Blow Up também terão residência na casa. Confusion é uma noite de nu jazz, funk, break beat e down tempo que vai acontecer numa segunda-feira mensal. A festa é comandado pelo coletivo Matramba de arte e design. O projeto Confusion é na verdade um programa de rádio/tv online que vai ao ar toda segunda, das 21h às 23h. No comando estão Gallardo e Alberto Roberto com seus convidados tocando afrobeat, jazz, funk, soul, blues, ska… A festa Blow Up, sem data confirmada, é encabeçada pelo DJ Rodrigo Moretti e vai na linha musical da eletrônica – house, electro, techno.

* * * * * * *

Hoje é dia de kiriDJinha no bar Volt com DJ Atum recebendo Luca Lauri e Daniel Peixoto (ex-Montage). Os DJs sentam no sofá a tocam sets especiais com músicas que adoram e não tocam nos clubes. Em esquema happy hour, a kiriDJinha vai das 21h às 2h30 e a casa cobra consumo mínimo de R$15.

Em março a kiriDJinha completa 1 ano de vida!!!

Hoje também tem a balada dupla Black Jack & Chemistry no Lab Club. Tanto o Anti-Social, o Volt e o Lab ficam na região do Baixo Augusta! Entre os muitos DJs da noite de hoje no Lab: Spavieri, Ney Faustini, Mark Rocha e Hero Zero. A promoter é a descolex Nega Jaca.

* * * * * * *

Amanhã comento os destaques do Carnaval em São Paulo, Rio e Floripa, e também sobre a festa Menos, novo hype carioca nos arcos da Lapa que tem no comando a barwoman Sandra Mendes. Até amanhã!

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em bar, club, Entretenimento, festa

music all day saturday

Se você estiver saindo de algum inferninho ou chill out dus infernus na manhã de sábado, ainda dá pra esticar até o domingo de manhã. Tudo bem que vai ter uma pausa pro almoço e pra siesta, mas a partir o final da tarde do sábado a boa é a Sunset Party nos jardins do MIS e MuBE. Daí tem mais um tempinho pra descansar, jantar e correr pra reestreia da festa Paradise, agora no clube Hot Hot.

Silver City: tarde quente no jardim

Tarde de sábado – O duo argentino Silver City é o convidado da terceira edição da Sunset Party, que começa às 16h com o excelente DJ Tahira em free style com sons brasileiros, latinos e africanos! Já o Silver City é formado por Julian Sanza (teclado e programação) e Fernando Pulichino (baixo e DJ) apresenta uma mistura de jazz, house e disco music. A performance ao vivo acontece às 18h (esperamos que não haja atraso) e é o ponto alto da festa; das 19h até as 22h o Silver City apresenta um DJ set à quatro mãos. O legal da Sunset Party é que é de graça e acontece ao ar livre, embaixo das árvores dos jardins do MIS e MuBE, e reúne muita gente legal em clima de pic-nic. Aviso: é bom se precaver e deixar umas bebidinhas no carro porque as filas no bar do MIS são bastante longas e a cerveja acaba logo!!! A organização do evento é do booker e produtor cultural Marcos Guzman, com patrocínio do uísque Passport e tem apoio da Puma, Centro Cultural da Espanha, MIS e Secretaria de Estado da Cultura.

+1teko de Silver City – Julian e Fernando começaram sua carreira em 1999 no grupo Ciudad Feliz em Mar del Plata, Argentina. Em 2002, mudaram-se para a Inglaterra e formaram o projeto 2020 Soundsystem com Ralph Lawson, dono do selo 2020 Vision, com quem têm se apresentado em diversos festivais ao redor do mundo e recebido grandes elogios da imprensa internacional. Fizeram parcerias com a dupla paulistana Minima, que você ouve abaixo.

Na penumbra: Oscar Bueno

Noite – O after hours Paradise volta à ativa, dessa vez no clube Hot Hot a partir da meia-noite do sábado (12/2). Agora em versão mais longa, o Paradise deixa de ser apenas after hours e engloba toda a noitada de sábado pra domingo. Da meia-noite às 4h rolam bandas, performances e live acts, mas a noite de reabertura vai no velho esquema DJ set com Márcio Vermelho, seguido do live act Dada Attack. Abertura um pouco conservadora se a ideia é mudar. A partir das 4h é esquema after hours, que terá nessa primeira festa as duplas de DJs: Mauro Farina e Ben Men, Bueníssimos, Mr Gil e Mimi, Darick Giorgy e Rafael Rosa. A promoção é da Rizza Bonfim, que juntou uma turma de descolados pra outras funções na festa, o que já dá um ar de reciclagem ao Paradise After Hours que agora assina como Paradiseparty.biz.

Conversei rapidamente com Oscar Bueno, o cara que inventou o Paradise no fim dos anos 1990 no clube Lov.e, e depois de três anos lá, circulou por vários clubes até se fixar no D-Edge, de 2003 a 2010 quando saiu em dezembro em busca de mais espaço para o conceito da festa. O Paradise saiu do D-Edge na esteira do Cio, que deve entrar no rol de festas do aguardado clube de Alex Atala, mas isso é fofoca ainda. Voltando ao paraíso… Oscar também contou sobre novidades que o Hot Hot implantou para facilitar e melhorar a infraestrutura da casa.

+1teko – Já que o Paradise agora tá em novo horário, será que o after vai desandar? Será que a fórmula after hours ainda rende? E a gente não tem mais after em São Paulo, né? (O Hell’s deve retornar à cena no club Anti-Social.)
Oscar Bueno – Na verdade, o forte do Paradise é o horário matutino e acho que o melhor sempre fica para o final. Ou seja, a cereja do bolo está no after! E vai ser muito bom não ter nenhuma festa antes do after nos pressionando e querendo engolir nosso horário. Estamos mais livres, o sábado é todo nosso. A praça é nossa! kkkkkkkkkkk
+1teko – Você acha que o Paradise vai pegar no Hot Hot? É que o clube deu umas caídas, primeiro quando o Lions abriu e agora com o D-Edge 2.0 e um monte de clubinhos na Augusta.
Oscar Bueno – [O Paradise] Vai ser a noite mais conceitual da casa e vai unir perdidos e órfãos do underground. Fora que as mudanças que exigimos no Hot Hot  são fundamentais. Porque ninguém aguenta subir escada pra beber, então vai ter mais um bar embaixo, que servirá drinks. E agora vai ter camarotes nas laterais, tipo no Lov.e., serão quatro, dois de cada lado da pista. Também vai ter mudança no sistema de pagamento, que será com cartão pós-pago, como nos outros lugares. Não teremos pulseirinhas VIP, o Hot Hot tem mais cara de carimbinho!
PS: Como no antigo Lov.e, Flávia Ceccato manteve o uso de carimbinho no pulso das VIPs. Nos outros clubes costumam-se usar pulseiras plásticas ou de papel para designar em qual nível você se encontra na festa.

3 Comentários

Arquivado em cidade, club, dj, Entretenimento, festa, festival, Música, Variedades

vinil – do LP à toy art

[Texto publicado originalmente na revista Mixmag #2]

Foto: Fábio Tavares

O peso do vinil continua o mesmo na bagagem de Oscar Bueno

“As minhas viagens ao exterior sempre foram assombradas pelo fantasma do excesso de peso na bagagem na hora da volta. Os olhos maiores que o case. Comprava discos de vinil até não poder mais. Tão caro que é no Brasil que aproveitava ao máximo! Hoje minha música é 100% digital e comprada toda pela net. O engraçado é que continuo de olho no peso na hora de voltar pra casa. Novamente o problema é com o vinil,  agora na forma de toy, minha maior mania depois da música. Já são mais de 500 toys espalhados pelas paredes do estúdio. Não consigo deixar de comprá-los, uma loucura! De certa forma não abandonei totalmente o vinil.”

Top 10 do Oscar Bueno:
1 Ramon Tapia – ‘Sunka Sanka’ (Coyu, Edu Imbernon remix)
2 Dj Hell – ‘The DJ’ feat P.Diddy (Spencer Parker remix)
3 Negru – ‘Tripoo’
4 DJ T – ‘Shine On’ (Motor City Essemble remix)
5 Giussepe Cennamo – ‘El Gitano’ (2000 and One remix)
6 Drama Boogie – ‘Elastitude’
7 Butch – ‘Disco Shhh’
8 Joss Moog, Phil Weeks – ‘Back in Effect’ (DJ Sneak remix)
9 Mihalis Safras – ‘There is a Place’ (Hugo remix)
10 Okain – ‘Wait Place’ (Lauhaus remix)

2 Comentários

Arquivado em jornalismo, Música

bingo spmoon niko schwind

Niko Schwid - Press (bw)

Niko Schwind

Semana cheia, muita correria. Acabo de saber que o D-Edge apresenta no sábado 31/10 o DJ alemão Niko Schwind. Ele esteve por aqui em fevereiro e tocou nos clubes Vegas (SP) e Dama de Ferro (Rio) com o público enlouquecendo com seu techno groovado, com um pé na house. O retorno de Niko coincide com o lançamento do seu primeiro álbum, The Autistic Disco (Autist Records), que virou hit nos sets de DJs como Oscar Bueno, Renato Lopes e Atum. Você deve ter lido sobre o álbum aqui no blog +1teko mesmo, e sobre a primeira turnê brasileira do alemão aqui também. Mas a surpresa mesmo é o EP que sai dia 16 de novembro pelo selo Stil vor Talent, do DJ Oliver Koletzki. O disco já aterrissou aqui no meu computer é já estou achando melhor que o álbum, isso por causa dos grooves house e da pegada menos minimalista. Niko me disse há pouco via skype que esse EP define melhor o seu estilo musical, pelo menos atualmente. Imperdível o set dele no D-Edge nesse sabadão!!! Via inMinimax, selo do DJ Gabriel Boni, Niko ainda se apresenta em festas em Londrina-PR (30/10), Campo Grande-MS (6/11), Cuiabá-MT (13/11) e Tangará da Serra-MT (14/11).

STOP_PLAY_MOON-179

Ricardo, Geanine e Paulo = Stop Play Moon

Ontem (26/10) estive na MTV acompanhando a apresentação da banda Stop Play Moon ao vivo no programa Acesso. A banda está cada vez mais madura e em shows maiores, e mesmo na MTV, eles são acompanhados de mais dois músicos (no baixo e guitarra). O grupo se apresentou no Oi Fashion Rocks, no Rio (24/10), tocando no desfile de Alexandre Herchcovitch. Ao Rio, aliás, eles têm ido muito pra gravar o primeiro disco, que sai no primeiro trimestre de 2010. Mais sobre o grupo na Mixmag #2 que sai na metade de novembro. Fiquem ligados!

bingo_set

E amanhã – quarta 28/10 – a amiga Lalai resolveu armar um bingo dançante no bar Volt. Adorei a ideia e vou me jogar nessa! Diversão garantida e com direito a prêmios!!! A jogatina começa às 21h e todos terão direito a 3 cartelas, e não paga nada pra entrar ou jogar. E o melhor de tudo é que tem vários prêmios bacanas, desde convites pra festas, garrafa de champanhe, óculos, corte de cabelo (sacanagem com os carecas, né?), revistas e o grande prêmio é um final de semana com direito a acompanhante na Pousada Finca Espírito Santo, em Ubatuba!!! Ah! E vai ter muito broken beats nos spkrz por Lalai & DJ Mulher e DJ I’m the Machine.

BINGO!!!

3 Comentários

Arquivado em club, festival, internet, lançamento, Música, televisão