Arquivo do mês: fevereiro 2009

rock in rio again

Amanhã volto ao Rio para acompanhar o DJ Niko Schwind, que se apresenta no sábado 28 no Dama de Ferro. O carnaval off do Rio ainda tem mais esse final de semana. Se joga!

image

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em club

habib’s nunca mais – motoboys vs. 28 minutos

habibs28

ESSA HISTORIA TODA SOBRE O TEXTO “HABIB’S NUNCA MAIS” QUE PUBLIQUEI AQUI EM ABRIL DE 2008. ELE TEM DADO UM IBOPE E TANTO PRO MEU BLOG, TANTO QUE ESTE EH O TEXTO MAIS ACESSADO DO +1TEKO. MAS A HISTORIA DO TEXTO MUDOU DE RUMO. EU QUIS FALAR SOBRE A PESSIMA QUALIDADE DOS ALIMENTOS SERVIDOS NO HABIB’S E DEI SUGESTOES DE BONS RESTAURANTES SIRIO-LIBANESES QUE CONHEÇO EM SAO PAULO. MAS UMA RECLAMAÇAO DO SUPOSTO MOTOBOY PAULO OU PEDRO (ELE ASSINA COM NOMES DIFERENTES) ROUBOU A CENA. O BOICOTE AO HABIB’S SUGERIDO PELO MOTOBOY DETONA A PROMOÇAO 28MINUTOS DA REDE DE RESTAURANTES. SE A SUA ENCOMENDA NAO CHEGAR EM 28 MINUTOS VOCE NAO PRECISA PAGAR. DAI O MOTOBOY DIZ QUE NA VERDADE METADE DO TEMPO EH DA COZINHA E METADE DO ENTREGADOR, QUE DAI SE ARRISCA PELO TRANSITO MOVIMENTADO E SE CHEGAR AOS 29 MINUTOS VAI PERDER A CORRIDA.

O MOTOBOY SUGERE BOICOTE AO HABIB’S POR ESSE ESQUEMA QUE  EH VANTAJOSO APENAS PRO RESTAURANTE, JA QUE OS MOTOBOYS PERDEM O VALOR REFERENTE A TAXA DE ENTREGA. EU JA ACHO QUE O BOICOTE DEVERIA SER NO SENTIDO DE EVITAR AS ESFIHAS DE CARNE DE CABEÇA DE VACA DO HABIB’S, QUE CHEGAM A CUSTAR 50 CENTAVOS. EH BARATA? EH, MAS NINGUEM MERECE UMA COISA DESSAS. MINHA SUGESTAO EH TROCAR ESSE LIXO POR COMIDA BOA E NAO TAO CARA, COMO AS DOS RESTAURANTES SIRIO-LIBANESES QUE SUGERI NO TEXTO.

O BATE-BOCA ENTRE OS COMENTARISTAS DO TAL ARTIGO SE ESTENDE DE TAL FORMA QUE VAI CONTRA O BOM PORTUGUES DO MOTOBOY ATE O PRECONCEITO POR ESSES PROFISSIONAIS QUE INFESTAM AS RUAS DE SAO PAULO. EH CLARO QUE QUEM QUER QUE OS MOTOBOYS MANTENHAM SEUS EMPREGOS APESAR DA PROMOÇAO 28 MINUTOS PARA ENTREGA DE LANCHES DEVE CONTINUAR LIGANDO PRO HABIB’S. QUEM QUISER ACABAR COM A EXPLORAÇAO DOS MOTOBOYS E COMER COMIDA SIRIO-LIBANESA DE VERDADE PODE TROCAR DE RESTAURANTE. OU PODE LIGAR PRA TIA EDA E PERGUNTAR SOBRE A PROCEDENCIA DOS ALIMENTOS SERVIDOS E ESCLARECER AS DUVIDAS SOBRE OS 28 MINUTOS. ALO TIA EDA – LIGUE HABIB’S: 5696-6000 (GDE SAO PAULO) OU 0800-778-2828 (OUTRAS LOCALIDADES).

EU CONFESSO QUE GOSTO MESMO EH DA COMIDINHA LIBANESA CASEIRA DO DJ ATUM (QUE VEM DE HATOUN).

ACABO DE LER MAIS DETONAÇOES SOBRE OS RESTAURANTES HABIB’S, QUE NAO PRIMAM PELA HIGIENE AQUI NO BLOG LONDRINA ABSURDA. ALGUEM JA TENTOU COMER OS APETITOSOS HAMBURGUERES DO HABIB’S? UM PAO RESSECADO COM QUEIJO NAO DERRETIDO E UM HAMBURGUER INDUSTRIALIZADO, QUE IMAGINO SEJA DE CABEÇA DE VACA TAMBEM! O QUE SE SALVA LA SAO UNS PASTEIZINHOS DE QUEIJO…

27 Comentários

Arquivado em gastronomia, mercado

outra criança?

Sean Penn, 48, e Madonna, 50, se encontraram em uma festa depois da cerimônia do Oscar, no último domingo. O ator levou uma estatueta por sua atuação em “Milk”, de Gus van Sant. A cantora levou o modelo brasileiro Jesus Luz, 22, que “comprou” como prêmio pela bem sucedida turnê mundial que terminou no Brasil no fim de 2008. Diz matéria no UOL que Madonna foi educada e cumprimentou Sean pela premiação. O ator, ao ver o atual namorado de Madonna, não perdeu tempo, apontou para o modelo e deu uma alfinetada na ex: “Obrigado. Outra criança já?” Não consigo conter o riso!!!

Sean Penn e Madonna se conehceram em 1985 nos bastidores do clipe “Material Girl”. O casamento foi bastante assediado pela imprensa e muitos boatos de violência rondaram o casal. Em 1986, Madonna dedicou o álbum “Blue True” a Sean Penn e logo depois eles estrelavam o fracassado filme “Shangai Surprise”. Em 1989 já acertavam o divórcio. Tablóides afirmam que o fim foi terrível, com gritaria, tapas e objetos quebrados. No documentário “Na Cama Com Madonna” (“Truth or Dare”, 1991), Madonna disse que Penn era o grande amor de sua vida. Depois quis cortar a fala, e foi impedida por Harvey Weinstein, então dono da Miramax.

sean-penn-madonna-grande

Deixe um comentário

Arquivado em cinema, internet, Música

autist an brasil

niko-schwid-press-bw2Faz pouco mais de um ano que estive pela primeira vez em Berlim. Lá fui recebido por um amigo a quem fui apresentado via skype. Logo descolei onde ficar na capital alemã e conheci um monte de gente bacana, a começar pelo Ferri (ou m_ferri) que me recebeu e que comanda o selo Autist. Muito papo, muita troca de informação, muita jogação na noite berlinense e eis que conheci Niko Schwind (na foto), produtor da linha minimal experimental techno. Agora ele está no Brasil para tocar em duas noitadas – domingo 22 no Vegas (SP) e sábado 28 no Dama de Ferro (Rio).

Para minha surpresa, pouco antes de Niko aterrissar em São Paulo saiu a revista Goma com duas páginas com top DJ Renato Lopes que escolheu entre suas faixas/discos favoritos o EP Apollo, que Niko lançou pelo Autist recentemente. As quatro faixas variam na linha minimalista, bem ao gosto de Berlim, com alguns grooves e certa placidez para ficar leve na pista de dança. Niko deu uma boa entrevista para o site Fiberonline, que está fora do ar durante o carnaval por problemas técnicos. Mas Niko conta que começou ouvindo hip hop e punk rock e em 2001 mudou o rumo para a música eletrônica.

Niko é um dos quatro artistas exclusivos do selo Autist ao lado de Anna (projeto do descolado produtor Boris Brejcha que já tocou no Brasil), o novaiorquino Chatterbox e a dupla paulista Oblivion. Agora em 2009 Niko lança faixas novas sob as alcunhas Robert Sado e Tarifbereich_B (projeto com o produtor Click-Click pelo Kassette Rec), e ainda o seu primeiro álbum, Autistische Züge. Este sai em maio em formatos digital e vinil. Por falar nisso, o vinil está virando um item de colecionador ou um artigo chic, um dispositivo de qualidade sonora. Luxo! E agora muita gente vem lançando edições limitadas. E mais!!! A falida fábrica de vinis na Baixada Fluminense deve voltar a funcionar este ano!

Em São Paulo, Niko toca no domingo de carnaval (22/2) na festa Caravana da Coragem no Vegas Club. Ele se apresenta na pista Basement antecedido por Pil Marques. Na pista Lobby tocam Glaucia++, Hero Zero (cebeça da festa) e Julião. No Rio de Janeiro, ainda não saiu a escalação dos DJs que acompanham Niko no sábado (28) da semana que vem. Vale a pena conferir o som de Niko porque ele faz parte da novíssima geração de produtores/DJs de Berlim que já está mudando a cara do minimal techno que domina por lá.

Deixe um comentário

Arquivado em club, Música, sem categoria

rio music conference

O texto a seguir está publicado originalmente no site Skolbeats e é um rápido resumo do que rolou na primeira Rio Music Conference na quarta 18 e quinta 19. Acompanhei as palestras principalmente e troquei muitas ideias com os muitos amigos jornalistas, DJs, produtores e promoters que passaram pela Marina da Glória.

eu-e-meme

Eu e Memê (Memê e eu) em papo sério na RMC. Foto: Dudu Llerena

O calor e a praia são mais que atrativos no Rio de Janeiro, são um verdadeiro convite ao descanso à beira-mar com direito a muita badalação. Mas esses dias ensolarados que antecedem o carnaval levaram muita gente à Marina da Glória para conferir a primeira edição da Rio Music Conference. Na verdade o público não foi o esperado, mas o entusiasmo e a seriedade com que foram tratados diversos temas relacionados a música eletrônica demonstram que o evento tem fôlego.

As workshops foram super disputadas, mas careceram de mais tempo para desenvolver os temas de forma adequada e sem atropelos. Os DJs e produtores Marky, Gui Boratto, Memê e Pachú mostraram diversas técnicas de produção musical e discotecagem para plateias atentas. Os VJs Speto e Joele Lasher contaram um pouco da história da projeção visual em festas, que começou nos anos 1960. O pouco tempo fez a dupla acelerar as explicações sobre a febre dos VJs a partir dos anos 1990 e as novas tecnologias e modalidades de projeção atuais, como o live cinema que já tem vários adeptos no Brasil. Outra workshop concorrida foi o painel Ableton com o francês Amaury Groc. Ele mostrou alguns plug ins novos que facilitam a vida dos produtores na hora de compor suas tracks e explicou rapidamente alguns recursos desse software que é um dos mais usados atualmente no mundo.

A área de convivência da RMC foi muito bem projetada, com vários pufes, bares e stands de produtos, além de um palco onde os DJs se revezavam desde o fim da tarde até o final do evento, por volta de 23h. O palco teve o comando do radialista e DJ José Roberto Mahr, um dos caras que mais influenciou e educou DJs e aficcionados por música pop nos anos 1980 e 1990 através do programa Novas Tendências. Zé Roberto também aproveitou o espaço para entrevistar os DJs, que eram de diversos estilos. Entre os destaques: Renato Lopes, Breno Ung, Ana Paula, Renato Bastos, Vivi Seixas, André X, Du Serena e Nepal. Zé Roberto é do tipo sempre antenado e no meio do trabalho recebia torpedos de amigos contando novidades, como alguém que mandou uma mensagem dizendo que o disco novo do U2 havia vazado (alguém já conseguiu baixar?). “Pena que não é o novo do Depeche Mode, né?”, arrematou o DJ.

O top DJ inglês Pete Tong disse na palestra sobre novas tendências musicais que a melhor mídia para divulgar um novo DJ, ou qualquer coisa realmente boa, é o boca-a-boca. Ele contou que foi assim no início das raves e do clubbing inglês no fim dos anos 1980, que ninguém precisou realmente do respaldo da mídia tradicional para se dar bem.

As palestras polarizaram temas como o mercado da música eletrônica, o futuro da venda de música na revolução digital e a força da eletrônica na publicidade e nos investimentos culturais. Discussões acaloradas, divergências de opiniões e a participação do público mostraram que tem muita coisa ainda pela frente. Enquanto o mercado musical europeu está estabelecido, aqui no Brasil pode e deve crescer muito nos próximos anos, como constaram os palestras estrangeiros.

Não só nas palestras mas também nas conversas informais pelos corredores da Rio Music Conference falou-se bastante sobre: novos projetos dos clubes para enfrentar a crise, a agilidade que as agências de DJs precisam ter para mostrar as new faces dos toca-discos, ações sociais, mídias alternativas e o futuro da própria RMC. Um dos mais curiosos era o editor da DJ Mag inglesa Ben Murphy que estava super interessado em saber que tipo de música os brsileiros realmente curtem nas baladas. Ele ficou impressionado com a quantidade de diferentes núcleos, do techno a house, passando pelo minimal, progressive, dubstep, funk carioca, hip hop e muitos outros.

Muita gente também parou para saber mais sobre as ações sociais das festas do núcleo No Limits, como Tribe e Xxxperience. Com dinheiro arrecadado nas festas Tribe, por exemplo, foi construído um consultório odontológico para crianças carentes de Sorocaba (SP).

Entre as novidades na internet estavam o site Awdio.com que transmite ao vivo de mais de cem clubes ao redor do mundo, inclusive do D-Edge (SP), Dama de Ferro (Rio), Pacha (SP), Confraria das Artes (Floripa) e Kraft (Campinas). A web radio Chaosmopolitan.com também é novidade no mundo digital brazuca e transmite os programas Drop-Kick (SP) e Request (RJ) com grandes e novos talentos das picapes.

E entre as conversinhas, [aqui vai um furo!] a melhor noticia é que a fábrica de discos de vinil na Baixada Fluminense vai reabrir em breve! Vinil é cult, como disse o DJ Nepal.

Depois de tanto bate-papo cabeça o povo agora só pensa em cair na balada. A partir de hoje, sexta-feira, rola o carnaval eletrônico da Rio Music Conference com os top DJs David Guetta (sexta), Pete Tong e Gui Boratto (sábado), Sven Väth (domingo e com ingressos esgotados!), Armin van Buuren (segunda) e Erick Morillo (terça). Agora é muito confete e serpentina! Mas no ano que vem tem mais Rio Music Conference.

1 comentário

Arquivado em club, internet, Música, mercado, sem categoria, web radio

rio music conference 1

rio_de_janeiro1

Hot! Hot! Hot! O Rio de Janeiro continua lindo e ensolarado. Estive nos dois primeiros dias da Rio Music Conference que juntou alguns nomes expressivos do universo da música eletrônica em palestras e workshops. Em número, o público não foi exatamente o esperado, mas a iniciativa é muito boa para discutir várias aspectos – culturais e mercadológicos – desse universo. Em breve escreverei mais aqui sobre esse evento, que agora continua carnaval adentro com shows todas as noites na Marina da Glória.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A RIO MUSIC CONFERENCE ESTÃO NESSE LINK AQUI…

3 Comentários

Arquivado em club, Música, mercado

50 x 22

16/02/2009 – 16h13 Namoro de Madonna com Jesus Luz é uma farsa, diz tabloide

Folha Online

09047293

O namoro de Madonna com o modelo brasileiro Jesus Luz não passa de uma farsa para chamar a atenção. É o que disseram pessoas próximas da cantora ao tabloide britânico “The Daily Mirror”. Em reportagem publicada nesta segunda-feira no site do jornal, fontes disseram que a cantora está usando uma de suas típicas jogadas publicitárias para promover sua turnê “Sticky & Sweet”. Reprodução/W Magazine Jesus Luz e Madonna em imagem publicada pela revista “W”; fotos dos dois juntos seriam apenas uma jogada de marketing da cantora Jesus Luz e Madonna em imagem publicada pela revista “W”; fotos dos dois juntos seriam apenas uma jogada de marketing da cantora As fotos que vêm sendo divulgadas na imprensa dos dois juntos seriam também para dar um desfecho ao relacionamento da cantora com o ex-marido Guy Ritchie. Uma fonte disse que esse é um clássico truque de publicidade de Madonna, mas que serve às duas partes. “Apesar da idade avançada, ela dá a entender que ainda pode pegar um garoto de 22 anos”. “E Jesus está ganhando impulso de publicidade também. Todos vencem”, completou. Madonna, 50, e Luz, 22, foram apresentados pelo fotógrafo Steven Klein para fazer um ensaio sensual no Rio de Janeiro que será publicado na revista “W” em março. No último sábado (14), Dia dos Namorados nos Estados Unidos, a cantora levou o modelo a um centro de cabala em Nova York junto com os filhos Lourdes e David Banda. Outra fonte ouvida pelo “Mirror” disse que, ao ver as fotos dos dois, Guy Ritchie caiu na gargalhada. “Levar Jesus para a cabala é uma jogada de mestre, já que ela sempre apresentou seus namorados à religião”, disse. É apenas Madonna. Ela adora ser o centro das atenções”, completou. Outras pessoas próximas disseram que o “relacionamento” com Luz aborreceu o jogador de beisebol Alex Rodriguez, com quem Madonna teria se encontrado após a separação com Ritchie.

1 comentário

Arquivado em internet, Música, mercado