Arquivo da tag: lalai

festival dos festivais (?)

Estava lendo o blog da Lalai sobre uns festivais fictícios e lembrei de um (quase) festival de DJs que vem por aí, no carnaval e no Rio. Será na verdade a segunda edição da Rio Music Conference, com palestras, discussões e workshops com os insiders do universo da música eletrônica. Depois do business terá folia em cada noite do carnaval. Line up democrático: Armin van Buuren, Erick Morillo, Luciano, Sharam, Locodice e Steve Angelo.

Bom, daí comecei a pensar no festival de DJs que vem por aqui no começo de 2010. Um imperdível é Michael Mayer, dono do selo Kompakt, que toca no D-Edge (9/1). Ainda lembro da outra vez que ele tocou num início de ano lá no D-Edge também.Aliás, estou vendo que Mayer toca com seu protegé Gui Boratto dia 1/1 no club Warung, em Itajaí (SC). Dessa vez eu volto ao Warung pra uma noite e tanto!!!

Ali pertinho, no dia seguinte (2/1), rola o Santa Catarina Music Festival no club Green Valley, em Balneário Camboriú. Estão confirmados Trentmoller, Dennis Ferrer, Sultan, Kasper Bjorke, Audiojack, Tim Healey… Ferrer e Bjorke vão pra lista.

Depois disso, os clubes trazem vários DJs – Jay Haze, Sebastian Ingrosso, Layo & Buschwacka!, Dave Seaman, Sander Kleinenberg, Tiesto, Erik Morillo, Ferry Corsten, Solomun, Bob Sinclair…

Muitos clubes, principalmente no eixo Rio-São Paulo, não divulgaram até o momento suas programações mais detalhadas pro verão 2010. Com certeza o sul da Bahia também recebe uma leva de gringos (não só de DJs) na sequeência do 10˚ Universo Paralello, que também não tem programação fechada.

Sendo assim, não sei o que será de mim quando for programar a jogação no início de ano. Vou seguir a Lalai, ficar só imaginação… Até que paguem a gente (né Lalai!?) pra fazer nosso festival!

1 Comentário

Arquivado em festival, Música

bingo spmoon niko schwind

Niko Schwid - Press (bw)

Niko Schwind

Semana cheia, muita correria. Acabo de saber que o D-Edge apresenta no sábado 31/10 o DJ alemão Niko Schwind. Ele esteve por aqui em fevereiro e tocou nos clubes Vegas (SP) e Dama de Ferro (Rio) com o público enlouquecendo com seu techno groovado, com um pé na house. O retorno de Niko coincide com o lançamento do seu primeiro álbum, The Autistic Disco (Autist Records), que virou hit nos sets de DJs como Oscar Bueno, Renato Lopes e Atum. Você deve ter lido sobre o álbum aqui no blog +1teko mesmo, e sobre a primeira turnê brasileira do alemão aqui também. Mas a surpresa mesmo é o EP que sai dia 16 de novembro pelo selo Stil vor Talent, do DJ Oliver Koletzki. O disco já aterrissou aqui no meu computer é já estou achando melhor que o álbum, isso por causa dos grooves house e da pegada menos minimalista. Niko me disse há pouco via skype que esse EP define melhor o seu estilo musical, pelo menos atualmente. Imperdível o set dele no D-Edge nesse sabadão!!! Via inMinimax, selo do DJ Gabriel Boni, Niko ainda se apresenta em festas em Londrina-PR (30/10), Campo Grande-MS (6/11), Cuiabá-MT (13/11) e Tangará da Serra-MT (14/11).

STOP_PLAY_MOON-179

Ricardo, Geanine e Paulo = Stop Play Moon

Ontem (26/10) estive na MTV acompanhando a apresentação da banda Stop Play Moon ao vivo no programa Acesso. A banda está cada vez mais madura e em shows maiores, e mesmo na MTV, eles são acompanhados de mais dois músicos (no baixo e guitarra). O grupo se apresentou no Oi Fashion Rocks, no Rio (24/10), tocando no desfile de Alexandre Herchcovitch. Ao Rio, aliás, eles têm ido muito pra gravar o primeiro disco, que sai no primeiro trimestre de 2010. Mais sobre o grupo na Mixmag #2 que sai na metade de novembro. Fiquem ligados!

bingo_set

E amanhã – quarta 28/10 – a amiga Lalai resolveu armar um bingo dançante no bar Volt. Adorei a ideia e vou me jogar nessa! Diversão garantida e com direito a prêmios!!! A jogatina começa às 21h e todos terão direito a 3 cartelas, e não paga nada pra entrar ou jogar. E o melhor de tudo é que tem vários prêmios bacanas, desde convites pra festas, garrafa de champanhe, óculos, corte de cabelo (sacanagem com os carecas, né?), revistas e o grande prêmio é um final de semana com direito a acompanhante na Pousada Finca Espírito Santo, em Ubatuba!!! Ah! E vai ter muito broken beats nos spkrz por Lalai & DJ Mulher e DJ I’m the Machine.

BINGO!!!

3 Comentários

Arquivado em club, festival, internet, lançamento, Música, televisão

google

Tá mais fácil de me encontrar pela rede. Além dos tradicionais ou antigos endereços - no fotolog, no myspace, no multiply, no site do D-Edge e aqui neste cantinho dos blogs, estou participando de The Green Project. A convite da Lalai abri minha conta lá no projeto patrocinado pelo uísque Passport. Informações sobre cultura, música, moda, cinema, clubbing e comportamento estão lá, em formatos de vídeo, música, texto, fotos etc. Tem até uma seção destinada a receitas de drinks!

Quem também está de endereço novo é o Atum (aqui link pro myspace com set novo), agora contratado da agência Superbacana DJs. Um beijo grande pra querida Simon Andrade (também promoter da festa Cio e encontrável no fotolog e no multply) que deu a maior força pro Atum, e pro Luiz Fernando Almeida que se joga em todas! E amanhã, sabadão 19, dia do índio, os DJs Atum e Spavieri são os residentes do clube Dama de Ferro, no Rio. Há dois anos eles fazem a festa Neue (novo, em alemão) no clubinho da rua Vinícius de Moraes, bem pertinho da Lagoa, e dessa vez a festa tem convidado especial. Mau Mau é o guest da noitada, que abre com Atum e tem Spavieri no after. Quem estiver pelo Rio já sabe onde vai bombar um bom techno com minimal com electro com todos os subgêneros da música eletrônica que não têm mais fim.

Deixe um comentário

Arquivado em club, internet

é fantááásticooooooooooooooo

A semana terminou finalmente hoje, domingo, às 11h da manhã no Vegas. Depois de passar pelo Flyer, A Lôca e D-Edge. E fui outras duas vezes no D-Edge na semana passada.

Lalai e Philip A @ Crew @ D-Edge / foto Renato Salles

Terça fui conferir a euforia nu-rave tão comentada da festa Crew da querida Lalai, Fabiano, Philip, Lúcio… e um tralalá de gente. Tava animadíssima, como imaginei, e encontrei os Mixhell Layma e Iggor e Max, porque o Max Blum é o produtor por atrás do casal Cavalera. Zé Gonzales, outro crewer, me disse que o disco do projeto NASA sai em 2 meses. “Já demorou quase 5 anos, então 2 meses não é nada, né?”, me disse ao final. Nasa é um projeto de Zé Gonzales aka Zegon, que foi DJ do Planet Hemp, com o americano Squeak E. Clean e significa North America South America. Eles gravaram com gente como David Byrne, Lovefoxxx, MIA, Karen O, Tom Waits, George Clinton, Seu Jorge… Tá curioso como eu? Temos mais uns meses pela frente… E o povo do Bonde do Rolê estava lá também: as duas novas vocalistas Ana e Laura se jogavam na pista, Gorky atacou de DJ e Pedro estava gravando um programa pra MTV. De lá ainda dei uma passadjinha na Lôca pra conferir o Tapa na Pantera e xoxei meio mundo com o Nenê Krawitz, promoter da festa, como de costume. Rimos um bocado! Acabamos no bar da sinuca, na rua Augusta, com a Michael Love tomanda a última cerveja antes do café-da-manhã. Pena que o Eclético’s, aka bar da Marinete, tava vazio e não encontramos o Otto pra um costumeiro papo cabeça.

Self portrait com Nenê
Digitaria live @ Cio @ D-Edge / foto Bruno Mooca

Na quarta voltei semi-destruído ao D-Edge para ver o novo show do Digitaria, agora reduzido à dupla Daniela e Danihell. Eles passaram aqui em casa pra um drink com DJ Atum. Fomos passar som no clube e daí eles gravaram entrevista com Renato Lopes para o próximo programa See the Sound. Mais tarde eles mostraram um bom live p.a., mais eletrônico, ainda com sotaque electro (mesmo que eles neguem) mas com timbres minimalistas. Nem por isso menos dançante como confirmaram os clubbers na pista de dança. O segundo álbum do Digitaria está a caminho e com produção/finalização de Xerxes aka XRS que já produziu com Patife, Marky, Fernanda Porto e Drumagik. Diz que o Xerxes montou um estúdio em Belo Horizonte e está cheio de trabalhos.

Obra de Rick Castro

No sábado dei uma passada na frente da galeria Polinésia (site desatualizado!), onde estava abrindo exposição do Kléber Matheus com sua neon art. Eu nem entrei na galeria! Na rua estava ótimo! Emy Pimenta, Maria Monteiro, Rodrigo Editore e Ricardo Trevisan, que já convidou para o vernissage de Rick Castro na sua galeria Casa Triângulo na quinta 17. Pra mim, o melhor foi saber que o Ricardo adora o trabalho do Schwanke, artista de quem estou fazendo um curta agora em fase de roteiro e fim do mês já começa a edição. Mas voltando à exposição… vou na semana ver os trabalhos do Kléber, que como Rick, é da turma abravanada de Dudu Bertholini e Rita Comparato e Lau Neves e Rodriguinho Garcia Dutra (que cruzei saindo do Vegas às 8 da manhã de domingo, e sem óculos escuros!) e muitos outros que curtem cores e estilos com perfume oitentista; bom, Dudu e Rita são os magos da grife Neon e atuais criadores da Cori’.

Já perdi o fôlego e nem falei do incrível show do Cobblestone Jazz, grupo de Mathew Jonson que tava bem bebinho no fim da festa no D-Edge. Uma mistura chic e fina de techno minimalista com jazz que me jogou na pista com os inúmeros amigos que passaram pelo clube. Luxo! Pra quem não sabe, cobblestone é aquela pedra de rio que serve de pavimento de ruas nas cidades antigas. As fotos do festerê e dos outros festerês citados aqui você confere no site D-Edge.

         

3 Comentários

Arquivado em artes plásticas, club, Música, Moda