sssspray is in the book – keith haring

Ontem dei uma voltinha na Livraria Cultura – eu pessoalmente prefiro comprar e consultar livros pela internet do que na confusão da livraria real, mas enfim… Lá pelas tantas o Atum me mostrou um livro do Keith Haring: “Ah, Se a Gente Não Precisasse Dormir!” (Cosac Naify). Estávamos na seção infanto-juvenil da livraria. O livro tem aqueles desenhos impressionantemente simples de Haring; e de imediato associei que há pouco tempo muitos deles estavam expostos ali pertinho da Livraria, na Galeria da Caixa no mesmo Conjunto Nacional. Lembro que na mostra “Selected Works”, que você leu aqui, havia uma sequência de gravuras em serigrafia que formam um livro que Haring desenhou a pedido de um colecionador alemão para seus filhos. A série intitulada “The Story of Red and Blue” foi pintada em 1989 e é uma das últimas séries de serigrafias aprovadas pelo artista. Aprovadas mas não assinadas porque ele já estava bastante debilitado pelos sintomas da AIDS e não conseguiu nem assinar os desenhos.

E pra completar a minha nova fase spray-and-books cheia de coincidências, hoje recebi chamada da exposição de painéis com intervenções de artistas brasileiros em reproduções gigantes de páginas de “O Livro de Nina” (Cosac Naify), outra incursão de Haring na literatura.  “O livro da Nina para guardar pequenas coisas” foi feito artesanalmente por Haring para presentear Nina Clemente, filha do pintor italiano Francesco Clemente, em seu aniversário de 7 anos.

MZK, Presto e SHN são os responsáveis pelas intervenções que estarão expostos na vitrine da Livraria Cultura (no Conjunto Nacional) entre hoje e dia 24 de outubro. A iniciativa-homemangem é da própria Cultura, da editora Cosac Naify e da galeria Choque Cultural. Em breve outros artistas da galeria – Carla Barth, Carlos Dias, Jotape, Mariana Martins, Pjota e Speto – vão interagir com os desenhos de Haring em exemplares do livro, que também serão expostos na vitrine da Cultura.

Para abrir a exposição, hoje (segunda 4/10) às 19h, haverá um debate aberto ao público e gratuito sobre arte urbana e o legado de Keith Haring com os artistas MZK, Presto e SHN. É bom retirar senhas a partir das 18h30 na bilheteria do teatro, na Livraria Cultura.

O mais legal é que a edição brasileira de “O livor de Nina”, publicado em fac-símile, conta ainda com um depoimento exclusivo da própria Nina Clemente, 22 anos após ter ganhado o presente. E que presente, hein???

3 Comentários

Arquivado em Artes, artes plásticas, literatura

3 Respostas para “sssspray is in the book – keith haring

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s